• Programa Tradetur

Lummertz viabilizará créditos com foco na ampliação da qualidade da atividade turística

Escrito em 15 Fevereiro 2019.


Lummertz viabilizará créditos para os municípios do estado com foco na ampliação da qualidade da atividade turística.




O secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, apresentou nesta quarta-feira (13) ao presidente da Fecomercio SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), Abram Szajman, uma série de propostas de ações que pretende desenvolver para que o estado paulista avance no setor. “Junto com a empresa Desenvolve SP, por exemplo, podemos viabilizar créditos para os municípios do estado com foco na ampliação da qualidade da atividade turística”, enfatizou o secretário.


Destacou ainda a redução da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o combustível de aviação em São Paulo, anunciada no início do mês pelo governo. A alíquota, que hoje é de 25%, cairá para 12% e vai baratear o custo operacional das empresas aéreas. Em contrapartida, em até 180 dias, o setor vai criar 70 novos voos e, representando 490 partidas adicionais por semana.


Educação foi outro tema analisado durante este encontro que contou também com a presença de Danilo Santos de Miranda, diretor regional do SESC (Serviço Social do Comércio no estado de São Paulo em São Paulo). “Já estivemos na Secretaria estadual de Educação para darmos início ao processo de inserção de matérias que contemplem o turismo para 1º e 2º Graus. Precisamos educar as crianças e jovens para que vejam o turismo como uma maneira de preservar a natureza, agregar progresso, gerar emprego e renda”, salientou Lummertz.


Neste mesmo raciocínio, acrescentou que a formação acadêmica é fundamental para o mercado de trabalho e o SENAI e o SENAC são grandes formadores de técnicos para a atividade turística. O titular do Turismo informou aos presentes que sua proposta é levar São Paulo para o mundo e este cenário passa também por uma mudança de comportamento. Nos territórios onde há parques ecológicos, por exemplo, os municípios devem trabalhar de forma regional, além de incentivar as pessoas a fazer parte do desenvolvimento econômico. “O maior parceiro do Turismo é o Meio Ambiente e o maior parceiro do Meio Ambiente é o Turismo de forma sustentável”, acrescentou.


Este encontro também contou com a presença de Algirdas Antônio Balsevicius, presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Gêneros Alimentícios do Estado de São Paulo e de um de seus diretores, Telmo Cortes. Ouviram do secretário que o branding (marca) será uma das principais ferramentas para o reposicionamento do turismo em São Paulo. “O objetivo é despertar sensações e criar conexões para o que o turista escolha o estado como seu destino. O Estado paulista precisa de uma marca conceitual e imediata e investimentos maiores no digital”, concluiu.

Na oportunidade, Szajman disse que se sentiu muito animado frente a tantas perspectivas positivas referentes à atividade turística do estado de São Paulo.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo