• Programa Tradetur

Brasil terá DTI - Destinos Turísticos Inteligentes



Brasil terá uma política pública para promoção de Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). Em videoconferência o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, convidou representantes das primeiras nove cidades – de um total de 10 – a integrarem o projeto-piloto conduzido pela Pasta, que contará com 10 cidades – a 10ª será anunciada em breve. Nele, será possível analisar os procedimentos atuais e a implementar estratégias, considerando as especificidades regionais. Ao todo, duas capitais representando cada uma das cinco regiões do Brasil participarão do projeto-piloto: Florianópolis (SC) e Curitiba (PR), no Sul;Rio Branco (AC) e Palmas (TO), no Norte; Recife (PE) e Salvador (BA), no Nordeste; Campo Grande (MS) e Brasília (DF), no Centro-Oeste; Florianópolis (SC) e Curitiba (PR), no Sul; e Rio de Janeiro, no Sudeste.

“Vamos agora, usando a tecnologia, mudar a realidade do turismo para o turista internacional que chega no Brasil e, também, para os brasileiros. Com a pandemia, cerca de 11 milhões de brasileiros que viajavam para o exterior agora estão conhecendo o próprio país. Temos o desafio de fidelizá-los para que cada vez mais o brasileiro se orgulhe do seu país e viaje dentro dele porque temos um país maravilhoso”, destacou o ministro Gilson.

Um Destino Turístico Inteligente é caracterizado por ofertar a seus visitantes produtos e experiências inovadoras e de qualidade, tendo como base a estruturação e a convergência de cinco pilares: governança; inovação; tecnologia; sustentabilidade; e acessibilidade. As vantagens vão desde ampliação da competitividade dos destinos turísticos, a melhoria da eficiência dos processos de comercialização e de desenvolvimento sustentável local.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo